• Facebook Basic
  • Blogger Basic Black

Marinês Busetti Atelier

Farroupilha - RS

Contato: marinesbusetti1234@gmail.com

   (54) 99951-1138 

 

 
 

Marinês Busetti

*Sua inquietação levou-a dos experimentos bidimensionais até à escultura, sem abandonar, entretanto, a pintura, o desenho, as colagens, os objetos. Uma investigação que sempre transcendeu o limite de gêneros, dos materiais e das técnicas, permitindo-lhe experimentar da pintura até o objeto. Seu trabalho atual centrado na xilogravura caracteriza-se por uma fatura de excepcional qualidade e o desdobramento das questões dimensionais da arte, permitindo-lhe imagens de grande beleza e  intrincada elaboração.* 

*Paulo Gomes  

  Crítico de arte e artista plástico - maio 2014

 

Nasci em 30 de dezembro de 1958, na cidade de Farroupilha, RS. 

Minha trajetória inicia ainda nos anos 1980 quando, após concluir a Faculdade de Educação Artística na FEEVALE, investi em minha formação através de cursos com destacados profissionais da pintura, escultura, desenho, gravura, estética e história da arte, tendo como professores nomes como: Dudi Maia Rosa, Vasco Prado, Hamilton Viana Galvão, Diana Domingues, Maurício Bentes, Marcus Lontra, Valter Zanini, Danúbio Gonçalves, Lurdi Blauth, Julio Plaza, Jayme Paviani, Mara Caruso de Almeida, entre outros. 

 

Comecei a exibir meu trabalho profissionalmente em 1987 e, ao longo destes anos, expus individualmente, participei de salões e integrei coletivas em galerias e espaços institucionais em cidades do Rio Grande do Sul, em São Paulo, Rio de Janeiro e no Exterior. Participei de exposições de grande importância,  como a série de mostras curadas por Anico Herkovits para o Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo de Porto Alegre, intitulada Gráfica Gaúcha (edições I, II e III) que realizou um mapeamento da técnica entre os gaúchos. Participei, também, como artista convidada do Consórcio de Gravuras, edição de 2010, projeto do Museu do Trabalho de Porto Alegre. 

 

O ano de 2014 é marcado pela participação em dois eventos importantes no eixo Rio-São Paulo: o SP ESTAMPA, onde fui selecionada para  exposição coletiva na Galeria Gravura Brasileira, promotora deste evento, e a 1ª BIENAL SUL-AMERICANA DE GRAVURA E ARTE IMPRESSA Rio-Córdoba 2014, cuja mostra aconteceu no Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro, seguindo após para o Museo Emílio Garaffa, em Córdoba, Argentina.  Em 2017 participei da 3ª GLOBAL PRINT 2017 no Vale do Douro, Portugal e em 2018 da exposição coletiva GRAPHIAS 15 ANOS, em São Paulo, e da 9ª BIENAL INTERNACIONAL DE GRAVURA DO DOURO, Portugal. Em 2019, participação na coletiva MULHERES EM MOVIMENTO no Instituto Zorávia Bettiol em Porto Alegre e SINCRONIAS INVISÍVEIS, Projeto Impressões França/Brasil, na Fondation Taylor, Paris e Pinacoteca FEEVALE, Novo Hamburgo, RS.

 

Desenvolvi meu trabalho de maneira ininterrupta ao longo dos últimos 32 anos. Partindo da figuração, onde o tema eram crianças  em meio à paisagem, sempre envolvidas de alguma forma com o fio de suas pandorgas, comecei a geometrizar  dando origem às dobraduras apresentadas em 1987, na Galeria Arte&Fato em Porto Alegre, e em 1988 na Galeria Documenta em São Paulo. Depois disso passei pelas pinturas sobre tela e eucatex recortados, as dobraduras em chapa galvanizada e as pinturas com colagens sobre tecido voal.  

 

 Na pesquisa que desenvolvo desde 2003 na técnica da xilogravura, a repetição, rebatimento e inversão de módulos geométricos, vão criando composições inusitadas, gerando possibilidades infinitas de multiplicação da imagem. A inspiração para essas composições surgiu a partir do desdobramento de origamis e a observação dos vincos formados pelas suas dobras. O estudo destas composições gerou as primeiras xilogravuras e o desdobramento delas pode ser visto no meu trabalho atual, em que  às vezes utilizo a impressão das próprias matrizes da época dos origamis, e por outras, criações geométricas atuais, imprimindo, além de nos papéis tradicionais, também sobre outros tipos de papéis, como jornais, revistas e papel camurça, e trabalhando com interferências de lápis de cor, pintura e colagens. 

 

Meu objetivo é  de provocar a sensibilização do olhar através de um processo seletivo de percepção, que ora destaca uma forma, ora outra, num jogo de entra e sai, de figura-fundo em pulsação constante. Assim, convoco a refletir sobre as relações entre a matriz e a cópia, a repetição e a diferença, entre construção e desconstrução, o geral e o particular, o real e o virtual, razão e emoção.  Quem sabe, sobre as várias formas de ver, as várias faces que algo pode ter, uma pessoa, uma ideia... Convoco a perceber o que antes parecia oculto. 

                                                                                                    

                                                                                                                Marinês Busetti

 

Histórico - de 1987 a 2003

1987 "Pandorgas, Pipas, Papagaios"

Partindo da figuração, onde o tema eram crianças ligadas por um fio a suas pandorgas, o trabalho parte para a abstração onde a forma da pandorga passa a ser explorada. São objetos de parede feitos em dobraduras com papel Carmem,  medindo cerca de 50 X 50 cm.

1988 "Desenhos Tridimensionais"

Continuando com as dobraduras em papel, porém com uma simplificação das dobras, surge agora o grafismo em giz pastel para reforçar luz e sombra, iniciando aí uma exploração de efeitos de ilusão de ótica, preocupação esta que se manteve em todo o seu processo, até os dias de hoje. O material é o mesmo utilizado nas Pandorgas, porém suas medidas chegam a 90 X 90 cm.

1990 "Planos e Sombras"

Por ser o papel material muito frágil, inicia-se um trabalho com telas em formatos de pirâmides e de planos em perspectiva, explorando luz e sombra através da pintura e de recortes em Eucatex. Suas medidas variam chegando a 1,00 X 0,70 cm.

1992 "Objetos"

Aqui há um retorno à brincadeira de iludir pelo jogo entre a representação e o volume real do objeto, obtido na fase dos Desenhos Tridimensionais, porém com um material mais resistente, as chapas de ferro galvanizado dobradas e pintadas. No início as peças eram para a parede e suas medidas chegavam a 2,00 X 1,00 cm.

1997 "Pinturas"

Aqui, a construção das pinturas se dá com a sobreposição de pinceladas explorando tonalidades numa sucessão de camadas.

1994 "Esculturas"

Dos Objetos de parede as peças passam para o chão, transformando-se em esculturas que se revelam na medida em que o espectador se movimenta ao seu redor, sendo o foco a ilusão entre o real volume das dobras e sua representação. Suas medidas chegam a 2,40 X 0,70 cm.

2000 "Colagens"

Como um desmembramento das composições geométricas exploradas na fase anterior das pinturas, estas colagens são feitas sobre tecido voal previamente pintados. As camadas aqui acontecem pela sobreposição de panos, cuja transparência gera uma terceira cor quando colocados sobrepostos.

 

Currículo Marinês Busetti

Cursou:

1981 – Graduação: Licenciatura em Educação Artística - FEEVALE, Novo Hamburgo, RS.

 

PINTURA - Dudi Maia Rosa / Lídia Kaeffer / Hamilton Viana Galvão;

ESCULTURA  - Vasco Prado / Maurício Bentes;

SERIGRAFIA - Oscar Ferrando; 

DESENHO - Carmem Morales / Mara Caruso de Almeida;

XILOGRAVURA -  Lurdi Blauth / Anico Herskovits ;

LITOGRAFIA – Danúbio Gonçalves; e Atelier da Universidade de Caxias do Sul;

LINGUAGEM VISUAL - Júlio Plaza;

ESTÉTICA - Antônio Santoro Júnior / Juan Acha / Marcus Lontra / Jayme Paviani;

HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA - Valter Zanini;

ARTE NA PÓS-MODERNIDADE  -  Annateresa Fabris;

ARTE NA EDUCAÇÃO - Centro de Desenvolvimento da Expressão, POA;

ARTE-EDUCAÇÃO - Maria Helena Lopes; Miriam Celeste Martins;

MÁSCARAS E ADEREÇOS -  Ique Moura

 

Exposições Individuais:

1987 - PANDORGAS, PIPAS, PAPAGAIOS - Galeria Espaço Livre, Prefeitura Municipal de Porto Alegre, RS

         - OBJETOS - Galeria Municipal de Arte de Caxias do Sul, RS

1988 - DESENHOS  TRIDIMENSIONAIS - Documenta  Galeria  de  Arte ,São Paulo, SP

1989 - DESENHOS  TRIDIMENSIONAIS - Galeria Arte e Fato, Porto Alegre, RS

1990 - PLANOS  E  SOMBRAS - MARGS  -  Museu de Arte do RS,  Porto Alegre, RS

1993 - PINTURAS E OBJETOS - Do Real ao Volume Virtual - Galeria Municipal de Arte de Caxias do Sul, RS     

1994 - OBJETOS - Emília Gontow Loja de Arte, Porto Alegre, RS

1995   -  ESCULTURAS E OBJETOS -  Do Real ao Volume Virtual - Galeria de Arte da UCS ,  Caxias do Sul, RS

2000   -  PINTURAS  - ESCULTURAS - OBJETOS - Casa de Cultura Mário Quintana, Porto Alegre ,  RS

2004  -  INSTALAÇÃO DE ESCULTURAS – Circuito Cultural Banco do Brasil - Teatro São Pedro , Porto Alegre , RS

2007  – “DOBRADURAS E DESDOBRAMENTOS – Experiências em Xilogravura” - Centro Municipal de Cultura Dr. Henrique Ordovás Fº - Caxias do Sul, RS

2008  -  “RETROSPECTIVA – 20 ANOS” - Sesc – Farroupilha

           -  “DOBRADURAS E DESDOBRAMENTOS – experiências em xilogravura” - DM – Espaço Cultural – Farroupilha

           -  “DOBRADURAS E DESDOBRAMENTOS – experiências em xilogravura” - Universidade de Caxias do Sul – Fundação Casa das Artes-Bento Gonçalves

2010 -  “XILOGRAVURAS” – Pequena Mostra - Casa de Teatro Tem Gente Teatrando – Caxias do Sul, RS

2013 -  “DOBRADURAS E DESDOBRAMENTOS – a xilogravura como meio” - Estação da Cultura – SESC – Montenegro, RS

 

Algumas das Principais Exposições Coletivas:

1989 - MOCIDADE INDEPENDENTE - ALA DOS QUE TÊM FIBRA, Galeria Arte e Fato,POA, RS                

1989 - CIRCUITO REGIONAL DE LITOGRAFIAS - Região da Serra Gaúcha

1990 - OFÍCIO DAS TREVAS - Exposição de Arte, Viaduto Otávio Rocha, Porto Alegre, RS

1991 - CATÁLOGO GERAL - Museu de Arte do RS, Porto Alegre, RS

2003 - LUGARES  DE PASSAGEM – 15 ANOS DO NAVI ,Casa da Cultura, Caxias do Sul , RS

2006 - A ARTE DA GRAVURA – Núcleo de Gravura do RS - Casa da Gravura, POA

2008 - GRÁFICA GAÚCHA II - Centro Cultural Érico Veríssimo – CEEE, Porto Alegre, RS

2009 - GRABADOS DEL SUR DE BRASIL – coletiva de 30 artistas gaúchos - Centro Cultural de la Embajada de Brasil em Assunción, Paraguay

2010 - COLETIVA do ACERVO MUNICIPAL DE ARTES PLÁSTICAS DE CAXIAS DO SUL – Centro Municipal de Cultura Dr. Henrique Ordovás Fº - Caxias do Sul, RS

2012 - APONTAMENTOS – Galeria Municipal de Arte, Caxias do Sul, RS

2014 - SP ESTAMPA – Galeria Gravura Brasileira, São Paulo, SP

         - 1ª BIENAL SUL-AMERICANA DE GRAVURA E ARTE IMPRESSA RIO/CÓRDOBA – Museu histórico Nacional, Rio de Janeiro e Museo Emílio Caraffa, Córdoba, AR.

 

Projetos Especiais:

1984 - Cria o   "transFORMA - CENTRO DE   ARTE"  em Farroupilha, atuando até o  ano de 1987 com  Cursos  nas  áreas de  Música,  Teatro  e Artes Plásticas, oferecidos   para    crianças,    adolescentes  e    adultos. Também  participa  como professora.

1993 - Cria  o  "PORÃO - GALERIA  DE ARTE"  em  Farroupilha, promovendo   exposições  de  artistas  da  capital  do  estado e  da  região da  serra   gaúcha, atuando até o ano de 1996.

2004 – Convidada a participar  do CIRCUITO CULTURAL BANCO DO BRASIL com uma instalação de Esculturas, durante programação do mês de junho  no Theatro São Pedro, em Porto Alegre.

2008 – Projeto “ENCONTRO DAS FAMÍLIAS” PETROBRAS  BAHIA – em  Salvador. Artista convidada a ministrar Oficina de Arte.

2009 -  Artista convidada para o CONSÓRCIO DE GRAVURAS 2009  do Museu do Trabalho, Porto Alegre.

2010 – Transfere seu atelier para um chalé da década de 30 no Desvio Blauth, interior de Farroupilha, onde recebe turistas, público em geral e estudantes, para visitação e worshops.

           

Atividades Docentes:

Já ministrou vários cursos de Desenho, Pintura, Gravura e Escultura, para crianças, adolescentes e adultos, no seu próprio atelier, e em particulares. Fez parte da equipe de professores da Universidade de Caxias do Sul do Projeto DVDteca Arte na Escola da Fundação Iochpe. Ministrou cursos na Fundação Casa das Artes de Bento Gonçalves e nos Ateliers  Ampliatto e Arts & Krafts em Caxias do Sul.

Atualmente dedica-se à produção da sua pesquisa em xilogravura e ministra Workshops e Oficinas em seu atelier, no Desvio Blauth, interior de Farroupilha, RS.

 

Salões:

Participou de alguns Salões como em 1980, o Iº SALÃO DE ARTE DA FEEVALE de Novo Hamburgo, RS onde obteve o 1º Prêmio; - em 1988, o VIIIº SALÃO CHICO LISBOA, no MARGS, em Porto Alegre, RS; em 1989 - Vº SALÃO ALCY RAMALHO Fº, Teatro Guaira, Curitiba, PR; em 1990 - IXº SALÃO CHICO LISBOA, MARGS, Porto Alegre, RS; em 2010 – SALÃO INTERNACIONAL DE ARTES FIEMA BRASIL, Bento Gonçalves, RS – Menção Honrosa; em 2013 - 4º SALÃO FUNDARTE SESC DE ARTE 10x10, Montenegro, RS

 

Publicações:

REVISTA CASA VOGUE - nº 5 - 1988 - Página de Artes Plásticas, Radha Abramo

DICIONÁRIO DE ARTES PLÁSTICAS DO RS - pg 281: Renato Rosa & Décio Presser

REVISTA  PALAVRA  - nº 12 – abril 2000 – pg 60 - FORA DO EIXO,  Wagner Merije